27/01/2018

Lago de Como - Itália



Bellagio


Desde que visitei o Lago Maggiore na Itália (veja post AQUI), os lagos de Como e de Garda entraram na minha Wish List, e nesta última viagem conseguimos incluir os dois. Nossa primeira parada assim que chegamos foi Milão, mas escolhemos a cidade de Como para nossa base. O aeroporto internacional Malpensa de Milão fica aproximadamente 50 km de Milão ou Como, na metade do caminho entre as duas cidades.

Para quem visita a cidade de Como partindo de Milão, o trem da Trenitalia é a melhor opção porque a estação fica bem no centro histórico e às margens do Lago de onde saem os barcos para explorar as outras cidades como Bellagio, Tremezzo, Varenna, etc. 
Os trens saem de Milão até a Estação Nord Lago com duração de uma hora e custo em 2017 de 4,80 euros. Colocando na ponta do lápis o valor do trem mais o bilhete de barco para passear pelo lago e comparando o custo com aluguel de carro, gasolina, pedágio e estacionamento, o resultado é muito mais vantajoso para fazer o passeio com trem.
http://www.trenitalia.com/




O Lago de origem glaciar é a principal atração e o barco é a melhor maneira para conhecer toda a sua beleza. Nós estávamos de carro e a estrada que percorre as principais cidades é bem estreita, cheia de curvas e em alguns trechos passa apenas um carro por vez.






Nossa parada foi a cidade de Bellagio, conhecida como a Pérola do Lago de Como e o lugar preferido dos turistas. Ruas estreitas, vielas com subidas e escadas, lojas e restaurantes fazem deste lugar um cenário lindo. Foi uma das cidades mais bonitas que visitei na Itália.











Bellagio


Escolhemos o Restaurante do Hotel Suisse bem na frente do Lago com um terraço panorâmico e a especialidade do lugar: Pasta feita no Parmesão. Bellagio é perfeita para uma refeição ou aperitivo desfrutando da beleza do lago.








Na cidade de Como exploramos o centro histórico visitando o Duomo, a Piazza Cavour com direito a sorvete e admirando o pôr do sol maravilhoso sobre as águas do lago. As ruas são planas e agradáveis para caminhadas pela a orla do Lago e um jardim público com o  Templo Voltiano, construído em memória do ilustre cidadão de Como Alessandro Volta, inventor da pilha elétrica.


Duomo Como




Life Eletric no Lago de Como,
uma escultura em metal em homenagem à Alessandro Volta
 com seu invento da pilha elétrica 




Piazza Cavour

Templo Voltiano em memória de Alessandro Volta,
inventor da pilha e cidadão de Como


Além de visitar as pequenas cidades no entorno do Lago, uma outra atração são as Vilas com seus jardins exuberantes. Não foi à toa que o ator George Clooney escolheu o Lago para uma de suas moradias, mas chegar perto de sua Villa às margens do Lago pode render multa. Minha dica para escolher entre tantas vilas é a Monastero em Varenna, Villa Carlotta em Tremezzo e a Villa Serbeloni ou Villa Melzi em Bellagio.

Villa Carlotta em Tremezzo

Villa Monastero em Varenna


Neste link todas as informações em italiano e inglês sobre a navegação com barco pelo Lago de Como: http://www.navigazionelaghi.it. São diversas modalidades de tarifas para os bilhetes, mas em geral você pode comprar um bilhete simples de uma cidade do Lago à outra como por exemplo, Como-Bellagio por 10,40 euros com descontos para pessoas acima de 65 anos e crianças até 12 anos. Ou ainda comprar um bilhete de um dia com livre circulação nas cidades por 23,30 euros e ainda um suplemento para barcos mais rápidos com um adicional de 4,40 euros. Entre as cidades os  preços dos barcos são bem em conta.






Veja Também :


Stressa no Lago Maggiore - Itália

Lago Maggiore - Itália

Vale do Rio Reno - Alemanha

2 comentários:

  1. Olá Nídia!

    Ah! a ensolarada Itália!
    Amei cada detalhe.
    Abraços,
    Regina

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante e respondo com muito carinho.
A maneira mais fácil para escrever aqui é selecionando a opção: Comentar como Anônimo. Escreva seu nome no final da mensagem.