01/05/2019

Pasta italiana Garganelli





   
A pasta Garganelli não é encontrada frequentemente no Brasil, e esta em especial aprendi a fazer no curso de Gastronomia e Italiano da Scuola Dante Alighieri que comentei neste post: AQUI.

Ela é semelhante ao penne em formato tubular com riscos para ajudar segurar o molho que também entra na cavidade proporcionando um prato mais saboroso. É típico da Emilia Romagna e uma especialidade da cidade de Bolonha.




Massa
400 gramas de farinha de semolina
200 gramas de água morna
sal a gosto
parmesão ralado bem fino na massa e noz moscada
1 ovo  para cada 100 gramas de farinha com a clara bem batida 

Coloque a farinha sobre uma tábua de madeira e cave um buraco no meio para adicionar a água aos poucos mexendo com um garfo. Amasse com as mãos até a massa ficar homogênea. Deixe descansar por 30 minutos coberta com um filme plástico.




 
Abra a massa com um rolo de macarrão até ficar bem fininha e corte em tiras e depois em quadrados pequenos de 2 x 2 ou 3 x 3 centímetros aproximadamente. Use um bastão chamado de bastancino e enrole sobre uma tábua frisada chamada pettine. Estes acessórios você pode encontrar pela internet ou geralmente no Eataly.
 




Apesar deste tipo de massa com frisos ser recomendada para molhos como ao sugo, bolonhesa e branco, é muito comum encontrar pratos mais secos como garganelli na manteiga com aspargos e parmesão que é o meu preferido. Enfim, a cozinha italiana permite esta flexibilidade de combinação dos ingredientes conforme o paladar pessoal porque o mais importante é o sabor e Mangiare Bene.

Veja Também:



25/04/2019

Rione Borgo em Roma - Itália






O Rione Borgo é um dos pedaços da cidade que você realmente se sente em Roma pela atmosfera, arquitetura e a quantidade de turistas. É a porta de entrada para o Vaticano e a Basílica de São Pedro, construída no local do martírio e sepultamento do Santo durante a perseguição aos cristãos. A área passou por mudanças principalmente no período da Renascença com os papas Leão X e Clemente VII da família Fiorentina Medici. 


Piazza San Pietro

Piazza San Pietro

Piazza San Pietro

Piazza San Pietro


Piazza San Pietro


O monumento mais expressivo depois da Piazza San Pietro do Vaticano é o imponente Castel Sant' Angelo, construído como fortaleza de defesa e hoje um museu e tumba do Imperador Adriano com sua família. O Castelo é aberto para visitas todos os dias das 9h00 às 19h30 com custo de entrada de 14 euros. No primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita. Durante a visita você pode usar gratuitamente o Wif-i disponível e baixar um aplicativo gratuito em sete idiomas. 

Castel Sant´Angelo
 







O Passeto é uma via fortificada que liga o Castel Sant´Angelo ao Vaticano e a Via della Conciliazione foi projetada pelos arquitetos Piacentini e Spaccarelli a pedido de Mussolini que queria uma entrada mais majestosa para a Basílica de San Pietro. Grande parte das construções históricas do Borgo foram demolidas para este projeto, mas outras importantes permanecem como a Igreja Santa Maria Transpontina e o Palazzo dei Penitenzieri.


Pasetto



 



Via della Conciliaziome

Via della Conciliaziome

Via della Conciliaziome

Via della Conciliaziome

Igreja Santa Maria Transpontina


A uma quadra da Via della Concillizaione fica a Igreja Santo Spirito in Sassia, o Complexo de Museus, a Porta Santo Spirito, a Fonte da Rovere e o Hospital Santo Spirito com a famosa estátua de mendigo na porta do escultor canadense Timothy P. Schmalz. Obras como esta fazem parte de uma série espalhadas pelo mundo.

Fonte da Rovere

Porta Santo Spirito


Igreja Santo Spirito










Atravessando as colunatas da Piazza S.Pietro em direção ao Museu Vaticano fica a Pizza dei Ressurgimento que teoricamente fica no Rione Prati, mas como é divisa com o Rione Borgo resolvi colocar neste post algumas dicas em relação à alimentação. A primeira é fugir de restaurantes desta área porque a maioria é "pega-turista" ou ter muita atenção, pergunta antes quanto custa cada alimento, quanto paga se sentar na mesa, quanto é a taxa de couvert por pessoa que eles chamam de cobiertos, etc.

Uma casa que eu gosto bastante e considerada um dos melhores lanches de Roma: PANINO VINO  na Via dei Gracchi, 11. Aberto de segunda a sábado das 10 às 21. Recomendo o lanche com Porchetta.

   
 



Panino de Porchetta

Porcchetta



A outra é o Riz Café que tem uma massa muito boa e ambiente com mesas na calçada. A sorveteria Old Bridge, considerada uma das melhores da cidade também fica próximo da Piazza Ressurgimento.








Veja Também: