27/06/2018

Oratórios de Roma-Itália


Via Lavatore - Fontana de Trevi


Uma das coisas que mais gostava de fazer em Roma era bater perna pelas ruas e descobrir lugares novos. Sem dúvida nenhuma, é impossível não reparar nos oratórios em cada esquina por toda a cidade, chamados de tabernáculos. 
Com origem na Idade Média por volta de 1200, e inicialmente usando imagens da Virgem Maria e depois com outros santos, estes tabernáculos são encontrados em toda a Itália. Serviam para proteção das pessoas que passavam e eram iluminados com velas à noite para sinalizar o caminho porque não existia iluminação pública. Posteriormente alguns foram adaptados com iluminação elétrica e no final do século XV representavam poder e riqueza de algumas famílias.

Na cidade eterna de Roma encontramos muitos tabernáculos, e virou uma mania fotografar todos por onde eu passava. Aqui alguns dos meus favoritos pelas ruas do centro histórico:


Via Santa Maria dell´anima

Via dei Coronari


Piazza dei Paradiso

Piazza di tor Sanguigna

Na fachada do Café Tazza D´oro

Piazza del Fico

Via della Panetteria

Via archetto
Piazza della Madona dei Monti

Campo Marzo








Veja Também:









01/06/2018

Festival Folclórico de Parintins - Brasil




O Festival Folclórico de Parintins é uma festa popular realizada anualmente no último fim de semana de junho na cidade de Parintins, Amazonas. A festa acontece a céu aberto no Bumbódromo (Centro Cultural e Esportivo Amazonino Mendes), um tipo de estádio com o formato de uma cabeça de boi estilizada e com capacidade para 35 mil espectadores. Os grandes astros desta festa são as duas associações, o Boi Garantido, de cor vermelha, e o Boi Caprichoso, de cor azul. 






Durante as três noites de apresentação, os dois bois exploram as temáticas regionais como lendas, rituais indígenas e costumes dos ribeirinhos através de alegorias e encenações. O Festival de Parintins se tornou um dos maiores divulgadores da cultura local.

O festival é realizado desde 1965 e já teve vários locais de disputa como a quadra da catedral de Nossa Senhora do Carmo, a quadra da extinta CCE e o estádio Tupy Cantanhede. Até que em 1987, o governador Amazonino foi assistir o festival, no mesmo local onde é o Bumbódromo, mas era um tablado. Ele gostou tanto da festa que prometeu construir um local do tamanho que o festival merecia e, no ano seguinte, em 1988, inaugurava o Bumbódromo. Até 2005 era realizado sempre nos dias 28, 29 e 30 de junho, mas uma lei municipal mudou a data para o último fim de semana de junho.

A música é a toada,  acompanhada por um grupo de mais de 400 ritmistas. Os dois Bois dançam e cantam por um período de três horas, com ordem de entrada na arena alternada em cada dia. As letras das canções resgatam o passado de mitos e lendas da floresta amazônica. Muitas das toadas incluem também sons da floresta e canto de pássaros.




Como toda grande comemoração é preciso um pouco de planejamento antecipado para a participação. A base para a viagem é chegar até Manaus, um destino longe e mais caro para quem mora no outro extremo do Brasil. Por exemplo de Porto Alegre ao Sul do Brasil são quase 5000 Km e de São Paulo média de 4000 Km ou quatro horas de avião. De manaus é preciso pegar um outro avião com média de mais uma hora de viagem. Algumas agências de turismo oferecem uma viagem de barco pelo rio saindo de Manaus pelo rio Amazonas até Parintins. É neste ponto que fico triste com o turismo no Brasil porque temos belezas únicas, mas a infraestrutura  receptiva para o turista é muito precária e a maioria destes barcos não tem banho quente e as camas são redes. Algumas instalações também não são seguras e limpas com relatos de incidentes e irregularidades.




A cidade é pequena e com poucas opções de hospedagem, a melhor maneira de viajar para este destino para ver a festa é contratar uma agência de viagem. A Tucunaré é a principal agência de turismo do evento, mas prepare-se para gastar o equivalente ou mais para uma festa de carnaval no Rio de Janeiro, por exemplo. Mas no final você terá assistido um espetáculo folclórico brasileiro grandioso no coração da Amazônia.









Veja Também:



16/05/2018

Prati - O Bairro elegante de Roma






O Rione Prati (ou Prados em português), fica ao lado do Vaticano e mudou de nome algumas vezes na história como:  "Prati di San Pietro", "Horti Domitili ou Orti Domiziani"  quando fazia parte das propriedades de Domiti, esposa do Imperador Domiciano e também "Prados de Nero" na Idade Média e pela proximidade do Castel Sant´Angelo "Prati di Castello", entre outros. É um dos meus bairros favoritos para passear e local de compras dos romanos com muitas lojas, bons restaurantes, hotéis e B&B. É servido pelas estações do metro Ottaviano e Lepanto.






Prati foi urbanizada com o nome de ruas de figuras históricas da República Romana e do Império, escritores e heróis do Ressurgimento italiano, e a principal delas é a Via Cola di Renzo, uma avenida larga, arborizada com calcadões e uma das áreas mais elegantes de Roma para passear e fazer compras nas inúmeras lojas do seu percurso.















O Palácio da Justiça projetado por Calderini em estilo neo-barroco é um dos edifícios que chamam a atenção nesta área, e serviu de inspiração para a construção do Palácio de Justiça de São Paulo no Brasil que já comentei neste post AQUI. A Piazza Cavour atrás do Palácio de Justiça é a principal  com elegantes edifícios no entorno. Foi projetada no Plano Urbano de Roma de 1873 e dedicada ao grande diplomata Camilo Benso di Cavour, autor da unificação da Itália. Aliás, o que não falta nas cidades da Itália são praças com seu nome "Cavour".







É também neste Rione que fica uma das Igrejas mais bonitas de Roma em estilo gótico, na beira do Rio Tibre, a Sagrado Coração do Sufrágio ou em italiano Sacro Cuore del Suffragio. Projeto do arquiteto Giuseppe Gualandi de 1890 e inaugurada em 1917.



Enfim, este bairro é uma ótima opção para procurar hospedagem em Roma porque fica próximo do Vaticano e do centro histórico de Roma com a facilidade de fazer tudo a pé, além de contar com duas estações de metro, lojas, praças charmosas e bons restaurantes.


Veja Também:






27/04/2018

Mudanças Boas em 2018.




Sei que fiquei longe do blog neste último mês, mas desde que cheguei da Itália e Londres no final do ano passado com a perna machucada conforme comentei neste post AQUI, precisei fazer fisioterapia quase todo dia e fiquei impedida de dirigir por cinco meses restringindo  minha mobilidade. Para completar mudei de casa apenas há um mês e foram dois meses de obras aliadas ao trabalho. Precisei de um tempo para organizar tudo e me adaptar novamente ao "estilo brasileiro" de viver. 







Mas agora já estou instalada e com muitos projetos novos acontecendo. Por enquanto viagens não estão nos planos até o segundo semestre, mas aproveitarei para escrever sobre alguns lugares que visitei durante os últimos dois anos fora do Brasil e que ainda não escrevi por aqui.

Aproveitei meu aniversário para reunir os amigos e comemorar também a minha formatura na Itália com o início de uma nova fase boa em 2018. E claro a minha recuperação total com direito a dança e champagne.







27/03/2018

Compras em Roma- Itália


Mercato di Traiano - Forum Romano
Considerado o primeiro mercado da História


Roma é uma daquelas cidades que você pode voltar várias vezes e sempre descobrirá algo novo porque é muita coisa para visitar. Elaborei um roteiro para visitar vários bairros e atrações durante o curso de mestrado que durou mais de um ano e posso dizer que não conheço tudo. A maioria dos turistas ficam na cidade de 3 a 5 dias e concentram as visitas no centro histórico e Vaticano, locais bem servidos de lojas para quem busca fazer compras na cidade. A Via del Corso no centro histórico é a principal artéria com muitas lojas e várias outras nas ruas do entorno. A Via del Tritone que liga a Piazza Barberini até a Via del Corso é cheia de boas lojas como North Face, Coin, Sephora, etc. No Vaticano  as ruas no entorno da Estação de Metro Ottaviano são repletas de lojas com preços melhores que no centro histórico, além de barracas pelas ruas. Mas os shoppings centers e outlets  ficam um pouco mais afastado do centro.


PORTA DI ROMA
O Porta di Roma é o maior deles com o Hipermercado Auchan como âncora e de mais fácil acesso para os turistas. Ele foi construído dentro de projeto urbanístico para um novo bairro residencial de Roma de mesmo nome, Porta di Roma. Conta com 220 lojas, 14 salas de cinema Multiplex com capacidade para 2.500 lugares, estacionamento para 7000 carros e ainda lojas satélites da famosa Ikea com móveis e decoração, e a decathlon com artigos esportivos.









Para chegar com ônibus é super fácil apesar de longe e demorar quase uma hora. O ônibus 80 Porta di Roma faz o trajeto desde o centro. O ponto mais fácil para turista  pegar o Ônibus fica próximo da Via del Corso na Piazza Chigi, ao lado da Piazza Colonna. O bilhete com custo de 1.50 euros por trajeto valendo por 90 minutos pode ser comprado em bancas e tabacarias. Tem uma bem na esquina da Piazza Chigi com a Via del Corso e recomendo comprar o bilhete de ida e o de volta. O ponto final será o Shopping Porta di Roma. Outro ônibus é o 38 que sai da Estação Termini.
Uma dica no ônibus: o bilhete é validado em uma máquina no interior e basta passar no buraco e guardar até o final do trajeto. Ninguém controla, mas se entrar um fiscal e você estiver sem bilhete ou sem validar, a multa deve ser paga na hora.


CASTEL ROMANO DESIGNER OUTLET
https://outlets.mcarthurglen.com/it/it/designer-outlet-castel-romano/
O Castel Romano é um outlet ao estilo americano com marcas italianas famosas e outras como Michael Kors, Burbery, Calvin Klein, etc. Mas sinceramente não achei os preços uma grande vantagem porque o euro para real não ajuda muito na conversão.
Da Estação termini, na Via Marsala 71 saem ônibus de translado para o Outlet todos os dias com custo de 15 euros.No site do Outlet você encontra outras opções de translado privado 
Roma - Outlet : 9h30, 9h55, 11h30, 12h30, 15h00
Outlet - Roma : 11h20, 13h45, 17h15, 20h05

O horário de funcionamento de segunda a sexta é das 10h00 às 20h00, e nos finais de semana até às 21h00.





Estes dois são os melhores para visitar considerando que um turista tem pouco tempo na cidade, mas existem outros como por exemplo:

Shopping Euroma 2 : http://www.euroma2.it/it/
Valmontone Outlet : https://www.valmontoneoutlet.com/
Parco Leonardo : http://parcoleonardo.it/

Neste post comente sobre fazer compras no Centro histórico de Roma:
http://passioneperviaggio.blogspot.com.br/2016/06/alta-moda-e-compras-no-centro-historico.html


A ESTAÇÃO TERMINI não é um shopping, mas possui muitas lojas e restaurantes no interior e uma boa opção para quem não tem muito tempo ou está de passagem. Recomendo dar uma olhada na loja COIN que é de multimarcas com vários produtos interessantes.









Vejas nestes posts outras dicas de compras em Roma:
Mercato Centrale di Roma na Estação Termini
http://passioneperviaggio.blogspot.com.br/2017/03/il-mercato-centrale-di-roma-um-novo.html

As principais estações de trem de Roma
http://passioneperviaggio.blogspot.com.br/2016/01/as-principais-estacoes-de-trem-em-roma.html

Os mercados de Roma
http://passioneperviaggio.blogspot.com.br/2017/05/os-mercados-de-roma-italia.html

Piazza Bologna
Também comentei várias vezes que prefiro a Piazza Bologna em Roma por não ser turístico e ter lojas com preços "normais". 
http://passioneperviaggio.blogspot.com.br/2016/08/piazza-bologna-no-bairro-nomentano-em.html 

Eataly de Roma
http://passioneperviaggio.blogspot.com.br/2015/12/eataly-de-roma-italia.html

Comprando gravuras em Roma
http://passioneperviaggio.blogspot.com.br/2017/11/comprando-gravuras-em-roma-italia.html