10/05/2017

Rione II Trevi em Roma - Principais PontosTurísticos





Esta é uma parte de Roma muito frequentada pelos turistas pela sua principal atração, a Fontana de Trevi. O nome vem de "Trivium", que significa local das três vias provavelmente no local da Fonte, além da pequena Igreja Santa Maria in Trivio. Na Idade Média era habitado pelos guibelinos, na Renascença destacou-se dos outros bairros com o Palácio dos Papas, atual Palazzo del Quirinale e o Palazzo Barberini. Michelangelo também morou nesta área e teve um túmulo provisório na Igreja dos Santos Apóstolos antes de ir para Florença. É uma das minhas áreas preferidas para caminhar em Roma, fazer compras e restaurantes apesar de uma parte ser íngreme, sendo uma das sete colinas de Roma. 

Fontana de Trevi
Fontana de Trevi


A estação de metro que serve este Rione é Barberini, e pode ser o ponto de partida para explorar a área. Outra sugestão é descer na estação de metro Republica e ir descendo pelos pontos que comentarei abaixo até a Fontana de Trevi ou Via del Corso porque se fizer ao inverso o relevo do terreno é íngreme.

A Piazza Barberini tem ao centro a Fontana del Tritone e na esquina da Via Veneto a Fontana delle Api de Gian Lorenzo Bernini. Nesta área ficam boas opções de Restaurantes que já escrevi neste post AQUI.


Fontana delle Api - Bernini

Fontana del Tritoni - Bernini

Piazza Barberini

No passado esta área chamava-se "Grimana" por conta das propriedades do Cardeal Grimani, e ainda existe uma placa bem no alto da esquina da Via degli Avignonesi com a Via delle Quattro Fontane, em homenagem ao Papa Paulo V. Mais tarde foi batizada de "Sforza" devido as propriedades do Cardeal de mesmo nome até ser comprada pelo Cardeal Francesco Barberini, que construiu o Palazzo Barberini na Via delle Quattro Fontane e que dá nome à Praça.





Clique para ampliar


Palazzo Barberini




A Via delle Quattro Fontane era uma longa rua que ligava a Piazza Spagna até a Basílica Santa Maria Maggiore, e chamada de Via Felice por conta do seu idealizador o Papa Sisto V que chamava-se Felice Peretti. Ele também construiu quatro fontes colocadas nos cantos da Via com a Via del Quirinale que fazem divisa com o Rione Monti. Já escrevi sobre estas quatro fontes e o Palazzo Barberini neste post AQUI. O Palazzo Quirinale foi residência papal, e em 1870, tornou-se Palácio dos Reis da Itália, e depois em 1946, a sede do Governo e residência oficial do Presidente da República. A fachada é do arquiteto Domenico Fontana, a Capela e entrada principal de Carlo Maderno e a longa ala interna que percorre a Via Quirinale de Gian Lorenzo Bernini. As visitas são permitidas apenas aos domingos das 8h30 às 12h00 com duração de 60 minutos e o bilhete custa 5 euros. Consulte no site http://www.quirinale.it/ os dias permitidos para visita porque dependendo das solenidades e precauções, as visitas podem ser suspensas por um período.


Palazzo Quirinale

Giardini di Montecavallo na Piazza Quirinale

Piazza Quirinale com Palazzo della Consulta

Fonte dei Dioscuri na Piazza Quirinale
Piazza Quirinale e Palazzo della Consulta


Seguindo o lado oposto da Via delle Quirinale chega-se à Piazza de San Bernardo com a Igreja de Santa Susanna, a Igreja S. Bernardo alle Terme e a Igreja Santa Maria della Vitoria, com a escultura mais incrível de Gian Lorenzo Bernini: êxtase de Santa Tereza. Em uma das esquinas fica a Fonte Felice também encomendada pelo Papa Sixto V Felice Peretti e muito criticada pela figura desproporcional de Moisés ao centro. Apenas a Igreja de Santa Susanna pertence ao Rione Trevi, mas a Igreja S. Bernardo alle Terme e a Fonte Felice pertencem ao Rione Castro Pretorio e a Igreja Santa Maria della Vitoria ao Rione Sallustiano.

 
Igreja Santa Sussana

Partindo da Piazza Barberini e descendo pela Via Tritone você encontra várias lojas para compras como a Sephora, Benetton, Bialetti, North Face, OVS, etc. Na Via Tritone tem um ponto dos ônibus de turismo city tour, exatamente na frente da loja de departamentos OVS. Comentei sobre estes ônibus AQUI e sobre compras de luxo no centro de Roma AQUI.




Via del Tritone

Para chegar na Fontana de Trevi, a principal atração deste Rione, você pode usar as escadarias da Piazza Quirinale ou seguir as placas pela Via Tritone, logo depois do ponto de turismo dos ônibus. Eu gosto de entrar pela Via della Paneteria e virar na Via del Lavatore ou pela Via della Stamperia que passa pela Piazza dell´Accademia S. Luca com a Universidade de Arte. A foto abaixo foi tirada nesta Piazza e achei interessante o guarda-chuva em crochê em cada cadeira. Na Via della Paneteria fica uma das sorveterias famosas de Roma, Gelato di San Crispino.


 





A Fontana de Trevi é a cereja do bolo desta área e zilhões de turistas o tempo todo. Recomendo visitar durante o dia e também à noite porque são duas vistas distintas de beleza. Já comentei sobre a fontana neste post AQUI. Uma coisa que ninguém repara diante da grandiosidade da fonte são as colunas nos edifícios diante da fonte que pertenceram à um antigo templo, a Igreja de Santi Vincenzo e Anastasio e a Madona na esquina.






Igreja de Santi Vincenzo e Anastasio.

Igreja de Santi Vincenzo e Anastasio.




Pertinho da Fontana de Trevi ficava o Museu Nacional das Massas na Piazza e Palazzo Scandenberg que era administrado pela empresa italiana de massas secas Agnesi, mas agora é um hotel de luxo que ainda mantém na fachada a figura pintada do príncipe albanês que deu nome ao lugar. 






E coladinho na Fontana de Trevi fica uma das Igrejas mais bonitas que visitei em Roma, a Santa Maria in Trivio que tem um teto em estuque dourado retratando a vida de Maria mãe de Jesus.







Próximos da Via del Corso ficam as Igrejas : San Marcello ao Corso em arquitetura barroca que em dezembro monta um dos famosos presépios de Roma.






Na Piazza do Oratório fica a Capela do Crucifixo, com projeto de Giacomo della Porta e pinturas maneiristas no interior. Ao lado a Galeria Sciara em Art Nouveau. Depois de um ano em Roma eu sempre passava pela Galeria durante o dia e os portões estavam fechados, mas no mês passado passei por volta das seis da tarde e adivinham? Portões abertos e muitas fotos que não conseguem retratar a beleza do interior desta Galeria.












É neste Rione que fica a menor Igreja de Roma, Capella Madonna  dell´Archetto na Via Marcelo. O horário de abertura é apenas das 18h00 às 19h30 com entrada em um beco estreito.  Na Via dell´Archetto fica a Tratoria l´Archetto com diversos tipos de spaguetti a preços razoáveis. Tudo muito próximo da Fontana de Trevi.










 


A Igreja dos Santos Apóstolos fica ao lado do Palazzo Colonna, um dos mais antigos palácios particulares de Roma com rica decoração e acervo artístico que comentarei em outro post.






Na Piazza S. Silvestro ao lado da Galeria Albeto Sordi, ficam duas igrejas interessantes: a Igreja Santa Maria in Via, e no lado oposto  a Igreja Santi Claudio e Andrea dei Borgognoni .

Igreja Santa Maria in Via
Piazza di San Silvestro


Igreja Santi Claudio e Andrea dei Borgognoni


Na Via IX de Novembre a Igreja Valdrense em Trevi em estilo românico e interior neoclássico que ocupa o térreo de um edifício. E a  Prefeitura de Roma com duas esculturas com bastante significado na fachada. Uma delas é a escultura "Europa" e a outra "Enéas", figura da Mitologia Grega que está associada à fundação de Roma.





Igreja Valdrense

Na frente da Prefeitura de Roma o Museu de Cera com personagens romanos é uma atração que agrada principalmente as crianças. 










Veja Também:







Nenhum comentário:

Postar um comentário