25/01/2017

Dicas para Visitar a Basilica Santa Maria Maggiore em Roma - Itália

Fachada da Via Cavour

Fachada e Entrada


A Basílica Santa Maria Maggiore é uma das quatro Basílicas de Roma mais visitadas por peregrinos vindos de toda parte e a primeira a ser construída para exaltar Maria, mãe de Jesus. As outras Basílicas são: São Pedro no Vaticano, San Giovanni in Laterano e  San Paulo fuori le mura que comentamos AQUIFoi construída pelo Papa Sisto III logo depois do Concílio de Éfeso, que proclamou Maria como "Mãe de Deus" e os mosaicos no interior da Igreja retratam passagens bíblicas da vida de Maria.





O Campanário é o mais alto de Roma e na Piazza Santa Maria Maggiore, uma coluna com a Nossa Senhora no topo, conhecida como Colonna della Pace, foi erguida em 1614 e serviu de modelo para outras que foram construídas em países católicos para agradecer o fim da peste que assolou a Europa. É muito comum encontrar este tipo de coluna nas praças de outras cidades.





Abaixo do altar fica a Cripta da Natividade ou Cripta de Belém com a madeira da manjedoura onde nasceu Jesus. E próximo do altar também fica o túmulo de Gian Lorenzo Bernini e sua família, que eu imaginava antes de conhecer que seria como suas obras, mas apenas uma placa no chão muito simples. Um grande ensinamento se formos pensar a respeito disto porque ele passou a vida executando o que existe de mais belo em escultura com emoção, dramaticidade, e seu túmulo é simples assim como a morte que nada levamos. Ele morou em uma casa do lado esquerdo da Basílica, na Via Liberiana e na fachada uma placa  na fachada menciona o ilustre morador.


Cripta da Natividade

Cripta da Natividade com as madeiras da manjedoura de jesus

Túmulo de Bernini


Duas capelas importantes no seu interior, a Capela Sistina que não é a do Vaticano, mas é ricamente decorada por vários artistas com anjos em tamanho natural segurando uma réplica da basílica, e a Capela Borghese entre tantas obras de arte importantes no seu interior e o impressionante teto em ouro. O melhor horário para visitas é logo cedo para evitar as filas de controle de segurança na entrada, e está aberta todos os dias das 7 às 18h45. As missas acontecem de segunda a sexta às 7h00, 8h00, 9h00, 10h00, 11h00,12,00 e 18h00. Sábados às 7h00,8h00,9h00,10h00 em latim, 12h00 e 18h00 no altar papal. Domingos e feriados às 9h00,10h00 em latim, 16h40 e 17h15. A Basílica fica a poucos passos da Estação Termini com fácil de acesso ao metrô.

Consulte o site para confirmar os horários: 











Veja Também:






Nenhum comentário:

Postar um comentário