20/06/2016

Ano Santo em Roma- Itália




A primeira vez que visitei o Vaticano fiquei sabendo sobre a Porta Santa durante uma visita guiada na Basílica e não entendi muito o significado naquela ocasião. Este ano o Papa Francesco determinou o Ano Santo com o Jubileu da Misericórdia e a abertura das Portas Santas que ficam fechadas nas Igrejas durante todos os outros anos. Apesar de ser evangélica eu respeito muito os caminhos que cada um escolhe para expressar sua fé e as manifestações que promovem a Busca de Deus. Aproveitando que estou em Roma estudando justamente em um ano Santo que considero uma benção na minha vida, não poderia deixar de passar nas Portas Santas da cidade porque é um momento histórico, e aproveitar para agradecer sempre. 


O Jubileu ou Ano Santo é uma tradição da Igreja Católica com a intenção do homem melhorar o seu relacionamento com Deus através da reflexão de sua própria vida, testemunho de fé e atos de caridade. No curso da história aconteceram 29 Jubileus, a partir do Ano Santo de 1300. O tema de cada Jubileu é dado pelo Papa e o último Jubileu Ordinário aconteceu com o Papa Paulo II no ano de 2000, e o próximo em 2025. Este é um Jubileu extraordinário fixado pelo Papa Francisco que intitulou o evento com a Misericórdia e o terceiro na história, sendo os de 1933 e 1983 os outros dois.




O evento foi anunciado oficialmente em 11 de abril de 2015 como o Ano dedicado a Misericórdia de Deus, e a abertura oficial ocorreu no dia 8 de dezembro de 2015, dia da Imaculada Conceição, onde todas as Portas Santas das Igrejas do Mundo foram abertas para a passagem dos peregrinos e a difusão do amor de Deus que consola, que perdoa e que dá esperança. Durante todo este ano vários eventos marcam o Ano Santo terminando no dia 20 de novembro de 2016 com o fechamento da Porta Santa na Basílica de São Pedro, no Vaticano.





O Jubileu traz as origens da tradição hebraica que a cada cinquenta anos, os hebreus decretavam um ano de repouso da vida no campo para o terreno descansar e tornar-se mais forte para a estação sucessiva. Em Levítico 25,10 a 25,18  na Bíblia o texto recomenda o Jubileu como ano Santo.
O Grande objetivo é que cada pessoa de fé e boa vontade  seja tocada no coração, mente e alma e ao atravessar uma Porta Santa de uma igreja, escute a palavra do Senhor e viva a misericórdia assim como Deus, o Pai que escuta, compreende e perdoa. A Misericórdia é o grande tema central deste Jubileu, ano Santo extraordinário.

Sentir misericórdia, esta palavra muda tudo.
É o melhor que podemos sentir: muda o mundo.
Um pouso de misericórdia rende o mundo menos frio e mais justo.
Precisamos entender a Misericórdias de Deus , este Pai que tem tanta paciência.


Desta maneira todas as Portas Santas das Igrejas do Mundo foram abertas e em Roma são quatro Igrejas Papais : a do Vaticano, a de San Giovanni in Laterano, a de São Paulo Fuori le Mura e da Basílica de Santa Maria Maggiore. Como estou em Roma justamente este ano Santo, já visitei duas das quatro Portas Santas e quando terminar coloco as fotos delas aqui. 


Veja Também







Nenhum comentário:

Postar um comentário