12/12/2015

Eataly de Roma - Itália





Precisava começar o post com a foto de  uma das minhas massas preferidas porque Eataly é um local para os amantes da boa comida italiana. Já comentei sobre este lugar que abriu em São Paulo neste post AQUI. No nosso último dia em Roma fomos fazer compras no Eataly de lá e aproveitar para almoçar em um dos muitos restaurantes. Escolhemos desta vez o L´Osteria del Tartufo, onde aproveitei para comprar entre outras coisas o azeite com trufa branca que adoro. A comida estava realmente deliciosa, mas as porções muito pequenas para os padrões brasileiros. Se levar em conta como é a refeição dos italianos que comentei neste post AQUI, a porção é de bom tamanho. 




Azeite de trufa branca da Urbani - Simplesmente Divino!


Para chegar ao Eataly de Roma, pegue a linha B do metro que passa nas principais estações como Termini, Coliseu e desça na estação Piramide que tem várias placas indicando o sentido para caminhar até o Eataly sem precisar sair para a rua. Da própria plataforma você caminha por dentro da estação de metro e a de trem Ostiene até chegar ao Eataly.









Aproveitando o passeio você pode conhecer a Pirâmide de Céstio e a Porta São Paulo, ao lado da Estação Ferroviária Ostiene e Metro Piramide. Construída por volta de 12 a.C. na Roma Antiga para o túmulo de Caio Céstio, que serviu na campanha de tomada do Egito e usou a inspiração das pirâmides egípcias.
A Porta São Paulo faz parte da Mura Aureliana, construída pelo Imperador Aureliano para proteção  de Roma. Atualmente várias partes desta muralha e suas portas podem ser vistas pela cidade. Saiba mais sobre elas aqui: WIKIPEDIA



10/12/2015

Montepulciano - Itália







Desde que provei no ano passado o Vinho Nobile di Montepulciano (comentei neste post AQUI ), esta cidade estava na minha wish list para conhecer. Mas não só pelo vinho, um dos mais famosos da Itália, como pela arquitetura medieval em pedra no alto de uma colina que proporciona uma bela vista do Val del Chiana e até do Val D´orcia. Aos pés da cidade fica a linda Igreja S. Biaggio que aparece no filme Sob o Sol da Toscana e foi projetada pelo arquiteto Antonio da Sangalo com inspiração nos trabalhos de Bramante. A cidade também foi cenário da saga Crepúsculo, apesar de muitos pensarem ser Voltera. 

Igreja de S. Biaggio

Porta delle Farine

Porta al Prato

De origem etrusca com um belo painel deste período preservado na fachada de um dos edifícios, também é rico em edificações medievais e renascentistas. A Porta al Prato ou Porta delle Farine são as duas entradas medievais principais para começar a descobrir o centro histórico. A coluna de mármore com o leão heráldico de Florença (Colonna del Marzocco), próxima da Porta al Prato é um dos símbolos que marca a influência da Família Medici, assim como o Palazzo Avignognesi na Piazza Grande no coração da cidade com o Duomo (Catedral de Santa Maria Assunta), Palazzo Comunale e outros Palácios. No altar do Duomo o Painel de Arte Assunção da Virgem (Assunzione della Vergine) é uma obra de Taddeo di Bartolo.


Painel Etrusco na Via Corso



Colona del Marzocco

Palazzo Avignonesi

Fonte do Palazzo Avignonesi e Brasão da família Medici

Piazza Grande

Duomo


Painel de Taddeo di Bartolo no Altar do Duomo

A Igreja de Santo Agostinho em Montepulciano foi projetado por Michelozzo, um dos muitos artistas trazidos pela família Medici de Firenze que foi  grande incentivadora das artes. A peça mais importante desta igreja é um crucifixo de Donatello. Uma figura curiosa sobre uma casa torre na frente desta igreja é o Pulcinella golpeando as horas do relógio. É um personagem da comédia de arte do século 17 e típico das marionetes napolitanas, vestido de preto e branco para representar os opostos da vida e morte.


Pulcinella





Igreja de Santo Agostinho



O melhor é percorrer a cidade sem pressa parando nas cantinas para degustação do vinho que faz a fama do lugar : Nobile de MontepulcianoA cidade fica a 66 km de Siena, 110 km de Firenze e 170 de Roma, mas não tem estação de trem e a mais próxima fica a 18 km de distância. Para chegar é melhor alugar um carro em uma destas cidades ou contratar um tour pela toscana. Os ônibus demoram muito, tem pouca oferta e você fica muito amarrada nos horários. Uma dica importante é não percorrer estas cidades da toscana carregando malas porque geralmente ficam no alto de colinas com ruas de pedra. Estabeleça uma base como Siena, Florença ou Roma e deixe  as malas no hotel, em guarda-volumes das estações e siga leve com sapatos de sola de borracha para poder aproveitar.










VEJA TAMBÉM: