16/12/2013

Revista Bem Mais e a Tradição dos Enfeites de Natal



Aproveitando as festas de final de ano, gostaria de compartilhar uma nova conquista neste ano de 2013. Trata-se do convite para escrever mensalmente para a Revista Bem Mais com dicas de Iluminação e Decoração. O projeto incluiu a gravação de uma entrevista para a televisão abordando o tema Iluminação e Feng Shui que foi tema de uma das matérias que escrevi. Está sendo uma honra participar deste projeto, as matérias estão lindas com edição em duas páginas e todo requinte da equipe da Revista.Na última edição abordei sobre os enfeites de natal e um pouco a história desta tradição que aprendi no ano passado em visita a cidade de Estrasburgo, na França, considerada a Cidade de Noel. Para quem quiser ler o post completo desta visita o link é este aqui.

Edição de Setembro 2013

Edição de Outubro 2013
Edição de Novembro 2013


E para os leitores do blog, a matéria da Edição de Dezembro 2013 na íntegra:


BOLAS PARA O NATAL




As festas de Final de Ano estão chegando e a maioria das pessoas começam a arrumar a casa para receber os amigos e familiares. Muitos sites e revistas nesta ocasião recheiam suas páginas com dicas para todos os temas e bolsos, sofisticados, rústicos ou atualmente com apelo ecológico. E o mercado está cheio de boas opções de enfeites prontos e materiais para confeccionar com suas próprias mãos usando a criatividade e imaginação. Mas você sabe como começou a história dos enfeites de Natal? Eu também não sabia até visitar no ano passado a cidade de Strasburgo na região de Alsácia da França, considerada a Cidade de Noel. E no clima de uma cidade onde as pessoas enfeitem até as fachadas para o Natal e com o Mercado mais antigo da Europa vendendo tudo o que você puder imaginar com tema natalino, soube desta tradição e contarei tudo para você. 




A celebração de Natal já existia desde a Idade Média nas grandes cidades do Império Romano em celebração a Saint Nicolas, com distribuição de presentes para as crianças e era chamado de Christkindelmärik no dialeto da Alsácia, uma região francesa que faz divisa com a Alemanha que também tem forte tradição Natalina e com os melhores Mercados de Natal em suas cidades.


A tradição da árvore de Natal também tem suas raízes na Alsácia e nos Jogos do Paraíso praticados na Idade Média para descrever a história da criação. O evento ocorria em frente às Igrejas na véspera de Natal e a árvore com maças representava o Paraíso do Livro de Genesis na Bíblia do Cristianismo. Diz a lenda que por volta de 1850, quando as maças eram escassas devido à seca, os vidreiros fizeram maças vermelhas em vidro soprado nascendo a tradição das bolas de natal. Com base na tradição da Árvore de Natal, separamos algumas dicas que você mesmo pode preparar sem gastar muito criando bolas divertidas e criativas. 







Veja como retalhos de tecido podem se transformar em lindos enfeites de natal utilizando a bola de isopor como base. Você pode escolher retalhos coloridos ou até mesmo lindos tecidos brocados, bordados ou pintados à mão. Amarre uma fita de sua preferência e enfeite com raminhos ou outro detalhe bonito que encontrar.



Utilizando a mesma base da bola de isopor e deixando a imaginação livre você pode fixar lantejoulas e vidrilhos coloridos  com alfinetes. E uma variação desta bola de Natal é utilizar botões ou flores artificiais de tecido fixados com alfinetes de cabeça colorida. Todas estas bolas podem ser penduradas na Árvore de Natal ou serem usadas para outros enfeites, mas o mais importante é que elas fazem parte da história do enfeite de natal. Independente de quantos arranjos você tenha na sua casa, a Bola de Natal não pode faltar porque é   o primeiro símbolo que representa o verdadeiro espírito do Natal.




Nenhum comentário:

Postar um comentário