15/02/2013

A Royal Mille de Edimburgo-Escócia





Para os amantes dos livros de Harry Potter , a cidade de Edimburgo foi a fonte de inspiração para a escritora J.K.Rowlling. A Escola da Magia do livro foi inventada a partir da escola George Heriot´s e o nome dos personagens tirado das lápides no cemitério, misturando nome de um com sobrenome de outro. A cidade tem uma arquitetura única e acolhedora. 





O ponto central é o Castelo de Edimburgo , construído sobre uma rocha vulcânica e visto de qualquer ponto da cidade. Compramos nossos ingressos pela internet no site http://www.edinburghcastle.gov.uk/, e foi ótimo porque evitamos as filas na bilheteria. Basta imprimir e apresentar na entrada. Como meu marido gosta de filmes com cenas de batalhas e assistiu várias vezes " Coração Valente",  não deixaria de conhecer o castelo porque na entrada fica a escultura de William Wallace, retratado no filme. As visitas guiadas estão inclusas no preço do ticket ou você pode alugar guias áudios em 6 línguas disponíveis. No mês de agosto acontece um evento no Palácio , o Edimburgo Military Tattoo, uma parada militar famosa em todo mundo.










Conhecer o centro histórico é muito fácil porque a avenida principal Hight Street tem,  de um lado o Castelo e do outro o Palácio Holyrood da Rainha, em uma área conhecida como Royal Mille que preserva as características medievais. O Palácio é a residência oficial da Rainha quando está na Escócia e pode ser visitado, assim como a The Queens Gallery e o Parlamento com uma arquitetura moderna e totalmente diferente do estilo no resto desta área. Será que é uma maneira dos parlamentares expressarem algo? Na área central da avenida fica a Catedral St Giles  Santo Inácio de Edinburgo. E como o local é o mais visitado de turistas, não faltam lojas e mais lojas de souvenirs.





Palácio Holyrood

The Queens Gallery

Parlamento

Escolhemos ficar em um hotel próximo da Royal Mille para ficar mais perto de todos os pontos a serem visitados e a poucos metros da Estação de trem que chegamos, portanto fizermos tudo a pé. O hotel foi o Ibis, quase esquina da Hight Street e uma quadra da Catedral ST Giles.





Muito próximo da Catedral fica uma curiosidade de Edimburgo, o Bobby. A estátua de um cachorro que tomou conta do túmulo do seu dono por 14 anos no cemitério de Greyfriars, e hoje é um dos pontos mais procurados pelos turistas porque a história virou livro, filme, etc. Lógico que eu precisava conferir de perto e o que me chamou mais atenção foi a lição de lealdade. Aliás, o Cemitério de Greyfrias é considerado assombrado e existem tours fantasmas que passam por lá......Deus me livre!!!. Nunca gostei de visitar cemitério para ver túmulo de famoso, imagine só visitar fantasmas. rsrsrrs.


Em frente ao Bobby fica o Museu Nacional da Escócia, que além de muitas obras importantes tem a atração mais visitada: a primeira ovelha clonada , a " Dolly " embalsamada. Este foi o roteiro que fizemos no nosso primeiro dia na Escócia e quando a noite chegou cedo ( no inverno às quatro da Tarde já é noite) estávamos  tão empolgados por estar ali que retornamos ao hotel para nos agasalhar mais e continuamos andando pela Royal Mille.


Nenhum comentário:

Postar um comentário