24/01/2013

Londres - escolhendo onde ficar



Escolher um local para ficar em uma cidade é a garantia de aproveitar melhor a viagem,  e eu prefiro ter o trabalho de pesquisar e reservar tudo porque  em agências de turismo já me dei mal algumas vezes. As opções de hotéis são muitas nesta cidade que respira turismo e cada um pode escolher a que mais seja conveniente . As dicas a seguir foram de pesquisas que realizei antes de viajar para escolher onde ficar com base no que gostaríamos de aproveitar em Londres. Mas o método é o mesmo para escolher hotéis em outras cidades. Primeiro verifico os pontos interessantes da cidade, a rua principal , etc Depois verifico as linhas de transportes para escolher a melhor localização do hotel, sempre perto do que queremos fazer e fácil acesso. A cidade de Londres foi muito fácil definir porque é dividida em zonas, e na 1 ficam a maioria dos pontos turísticos.






Próximo ao Palácio  de Buckingham, residência oficial da rainha Elisabeth II com o belo Parque St James e a Trafalgar Square é para quem gosta de movimento e gastar bemmmm com hotéis porque é uma das mais caras de Londres, além de muitos turistas circulando.

O Soho, Convent Garden  e Chinatown é uma área de muitos bares, restaurantes, teatros e foi no século 17 a 19 um local de prostituição, mas tornou-se no século 20 o centro da boemia frequentado por intelectuais e artistas. O Soho de Londres inspirou outros bairros semelhantes em outras cidades do mundo. É um bairro animado e boa opção para os jovens.


The city é o coração financeiro com muitos edifícios, bancos e arquitetura futurista, além de marcos da arquitetura britânica como a Catedral de Saint Paul, onde o Principe Charles casou-se com  Diana , a Ponte e Torre de Londres.



Kensington é a área mais charmosa e também cara de Londres com Parques e Museus importantes, além do Palácio de Kensigton onde a princesa Diana morou. Os melhores hotéis ficam neste bairro que é charmoso e tipicamente inglês.

Picadilly Circus e Oxford Street são áreas comerciais com as principais lojas e galerias . É a meca do turista que viaja para compras e ainda tem o Hyde Park para descansar após longas caminhadas pelos departamentos das lojas.


A área próxima a Estação King Cross/ St Pancras é um pouco mais distante mas pode facilitar para algumas pessoas porque é a estação que saem trens da Eurostar para outros países da Europa.  


Nós escolhemos ficar no Southwark, um bairro cultural recheado de Museus como o Tate Modem e o Globo Theater de Sheakspeare às margens do Rio Tâmisa, além do famoso mercado Borough e restaurantes. Achamos que era mais central, próximo da maioria das atrações e a nossa cara de viagem que mistura  a visita de pontos culturais, arquitetura e desfrutar da cidade.







O hotel escolhido foi o recém inaugurado Ibis Blackfrias a uma quadra da estação de metro Southwark, próximo da estação de trem Waterloo , do  Pier onde saem barcos de passeio pelo Tâmisa, além da London Eye entre outros. Fizemos a reserva pela internet no site da accor e  recebemos uma confirmação por e-mail. Para garantia sempre enviamos um e-mail diretamente ao hotel  solicitando a confirmação da reserva.








Nenhum comentário:

Postar um comentário