17/06/2011

Um pouco mais de Roma - Itália


Roma é uma daqueles lugares que você não se cansa nunca de visitar porque tem muita coisa para ver e fazer. Esta última viagem foi de trabalho e vivenciamos  a cidade de uma maneira diferente. Primeiro porque gostamos de ficar hospedados em um bairro que não é turistico, o Piazza Bologna , e desta maneira fugimos do tumulto de turistas por todos os lados e convivemos com as pessoas que moram na cidade. Segundo que o comércio e restaurantes não praticam aqueles "preços para turistas" . Bem pertinho do hotel tinha uma rede de supermercados onde você mesmo passa suas compras e embala os produtos. E só como curiosidade aquela sacolinha de plástico é paga por unidade  que utilizar.

Piazza Popolo

Na única tarde que tivemos livre pegamos o metro e descemos na Estação Flaminio para caminhar desde a Piazza del Popolo no sentido da Via del Corso. Na Piazza fica a Igreja Santa Maria del Popolo , no local onde Nero morreu e foi sepultado. Esta Igreja possui obras de arte de Caravaglio como" a Conversação de São Paulo" , onde ele cai do cavalo na entrada da cidade de Damasco e se converte ao cristinismo, entre outras obras importantes.

Igreja Santa Maria del Popolo

Do lado oposto ficam duas igrejas gêmeas separadas pela Via del Corso: Santa Maria del Montesanto e Santa Maria dei Miracoli.





Na Via del Corso entramos à direita na Via Tomacelli para chegar ao Museu Ara Pacis e conhecer o Altar dedicado à Deusa da Paz , realizado por César Augusto em 9aC. O edifício é um projeto do arquiteto Richard Meier e a arquitetura em vidros e contemporânea contrasta com o entorno de obras clássicas e barrocas .Mas eu gosto bastante de como ele trabalhou a iluminação natural dentro do edifício, principalmente porque o pôr-do-sol de Roma é deslumbrante e a luz alaranjada reveste o interior do edificio .








Retornando para a Via del Corso , a travessa Via Condotti é a rua onde ficam as lojas como Chanel, Dior , Ferrari , outras grifes e também o famoso Café Greco.






No final da Via Condotti fica a Piazza Spagna e as escadarias da Igreja Saint Trinitá del Monte. Não importa em qual horário ou dia passar por ali sempre estará lotado de pessoas.




Bem perto fica a Fontana de Trevi , o meu ponto favorito de Roma porque você pode passar horas e horas admirando e não vai se cansar de ver, sem contar no barulho da água escorrendo que é delicioso. Nas ruas do  entorno da Fontana tem  opções de restaurantes muito agradavéis com mesas no exterior.







Caminhamos na Via del Corso até o final na Piazza Venezia para subir no monumento em homenagem à Vittório Emanuelle, o primeiro rei da Itália após a unificação. A grandiosidade impressiona porque é muito alto , e lá de cima a vista do centro de Roma e do fórum Romano é imperdível.Reparem na foto abaixo um ônibus amarelo em relação ao edifício para ter uma noção do tamanho deste monumento.
Piazza Venezia






Ao lado da Piazza Veneza fica o Campidoglio com a Praça realizada por Michelangelo , considerada a mais perfeita e o Museu Capitolineo. No centro, a escultura de Marco Aurelio sobre um desenho simétrico no piso. É neste museu que se encontra a escultura em bronze da loba capitolinea amamentando bebês gêmeos que inspira a lenda da fundação de Roma.

.



Como nosso tempo foi pequeno em Roma preferimos ficar nesta parte da cidade , visitar os museus, as lojas da Via del Corso e jantar próximo à Fontana de Trevi, mas se você tiver mais tempo pode acrescentar a visita à Piazza Navona , Panteão ,Coluna de Marco Aurelio , Palácio Barberini e Quirinale que ficam próximos à Via del Corso. E da Piazza Venezia pode visitar de um lado a Boca della Veritá e do outro o Forum Romano com o Coliseu.
Este é um trajeto  que pode ser feito em um dia inteiro e você pode reservar o dia seguinte para visitar o Vaticano e o Museu com a Capela Sistina, o Castel San Angelo e o entorno da Piazza San Marco. É claro que ainda existem muitas outras partes de Roma que merecem a visita ,eu já fui tantas vezes e ainda não conheço tudo, mas em minha opinião este é um roteiro básico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário