14/05/2011

Centro Georges Pompidou em Paris-França


Na faculdade cansei de ouvir blá, blá, blá sobre o Museu Pompidou como: um edifício totalmente diferente dos padrões de arquitetura do entorno, da praça de entrada contribuir para a sociedade criando um espaço de convivência urbana, de sua estrutura inovadora, um projeto do famoso arquiteto italiano Renzo Piano,  a construção em 1977 marcando o inicio da Arquitetura Pós Moderna após a crise da Arquitetura Moderna, e  muitos outros bla, bla, bla que não me animaram muito a visitá-lo. Mas na terceira vez que estive em Paris decidi  que já era hora de finalmente conhecer a criatura e ter a minha própria opinião do lugar. Tentarei descrever com imagens para vocês terem noção de tanta controvérsia sobre esta arquitetura  amada e criticada. Mas o que seria do vermelho se todos gostassem do amarelo.Não é mesmo?


Notre Dame

Comecei a caminhada  desde a Notre Dame em estilo medieval atravessando a Ponte sobre o Rio Sena onde a visão dos edifícios da Concierge e toda aquela panorâmica falam “ você está em Paris”,  passei pela Prefeitura " Hotel de Ville " com uma arquitetura cheia de detalhes e segui uma rua estreita até chegar ao Pompidou.

Prefeitura de Paris

 Prefeitura de Paris

Rio Sena

Concierge

Pompidou

O que acharam? O impacto é inevitável ao chegar na Praça  porque é uma construção inusitada e Hight-Tech, isto é utiliza elementos tecnológicos com objetivo estético . Confesso que pessoalmente não é o padrão que me agrada porque não conversa com o entorno e a primeira impressão é que os canos aparentes parecem andaimes e a obra está inacabada, mas não desgostei de todo. A escada rolante na parte externa permite  admirar o movimento da praça e Paris ao fundo vista do alto enquanto você sobe.
Para quem quiser saber mais sobre o Centro de Artes o site oficial é http://www.centrepompidou.fr/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário