12/04/2011

VIajando de avião com Notebook



 Apesar do notebook ser um equipamento de trabalho que uso em viagens e meio de comunicação com a família enquanto estou fora, não deixo de aproveitar o local para ficar enfiada na tela do computador porque como amante do slow- life, o real é sempre melhor do que o virtual. Mas cada vez mais pessoas viajam com notebooks e em versões até mais reduzidas, mas poucos sabem que para vôos internacionais é necessário fazer o registro do aparelho na Receita Federal . Em todo aeroporto existe um balcão para esta finalidade e basta preencher a Guia de Declaração com os dados do aparelho como marca ,número de série, etc.  Update : não é mais necessário registrar seu aparelho antes de viajar se for de uso pessoal.

  


Se o produto for Made in Brasil não é necessário e a regra vale para outros aparelhos como máquinas fotográficas e celulares. Mesmo de uso pessoal eles podem achar que comprou em viagem e entrar para a sua cota permitida, podendo ser apreendido se ultrapassar ou pagar pelo excesso com taxas altas. Isto não conta se o aparelho tiver marcas de uso e desgate.  Update: Aparelhos de uso pessoal até uma unidade cada e sem embalagens não são mais barrados na Alfândega.



Lembre-se de levar uma tomada universal que pode ser comprada em grandes centros de material de construção ou até pequenas lojas de material elétrico porque as tomadas são diferentes dependendo do país. E outra dica muito importante é levar um pen - drive para fazer back-up e instalar um bom firewall de proteção porque você utilizará redes diversas e sujeitas a vírus no sue computador.

O site da Receita Federal traz dicas aos viajantes e esclarece as regras brasileiras.

2 comentários:

  1. A Receita Federal também preparou um manualzinho bem prático sobre o assunto:

    http://www.receita.fazenda.gov.br/Publico/Aduana/bagagem/Viajantes/GuiaRapidoparaViajantes.pdf

    []'s
    Charles
    http://www.VouSossegado.com.br

    ResponderExcluir
  2. Charles, obrigada pela dica e estas são informações que muitas pessoas não sabem e passam apuros em viagens.

    ResponderExcluir