11/10/2009

SAN MARINO - Itália

San Marino

Estátua da Liberdade

Basilica de San Marino
Palácio Público

Vista da Região
Rua de San Marino

Porta San Francesco Pico La Rocca


San Marino não é uma cidade que está na maioria dos roteiros turísticos da Itália,mas deveria estar porque tem uma arquitetura e urbanização especial A maioria das cidades históricas e medievais da Itália ficam no alto de um monte, por isto os nomes serem Montaltino, Montepulciano, etc. San Marino também fica sobre o Monte Titano , e a cidade cercada de muralhas e fortalezas acompanha a forma inclinada da montanha. No Pico de La Rocca , o ponto mais alto do monte com 749 m de altitude , é possível ver até o Mar Adriático que fica a 10 Km de distância.

Outra curiosidade é que San Marino é uma República Independente da Europa dentro da Itália , a menor e mais antiga república constitucional do mundo . É possível até carimbar o passaporte no escritório de turismo pagando-se 5 euros. Os artigos são mais baratos porque é zona franca ,mas cuidado porque também tem falsificações que os lojistas avisam com letreiros na vitrine. O produto típico é o Licor de San Marino, vendido em garrafas decoradas e o bolo La Torta di Tre Monti “ ,feito de waffer recheado de creme de avelã e coberto com chocolate.

Pode-se chegar no centro histórico atravessando a Porta de San Francesco na muralha da cidade. Na Praça da Liberdade (Piazza della Libertá) fica o Palácio Público ( Palazzo Pubblico) em estilo neogótico , e sempre caminhando em direção ao alto, passa-se pela Basilica de San Marino em estilo neoclássica e ruas estreitas medievais repletas de lojas. No alto a Torre La Rocca com uma vista incrível da região. No total são 3 torres: Rocca Guaita é a primeira, Rocca Cesta e Rocca Montale.
Como a cidade não está na maioria dos roteiros turísticos, a melhor maneira de visitar San Marino é de trem , e as opções podem ser encontradas no site
www.ferroviedellostato.it. De Roma, por exemplo, pega-se o trem da Eurostar Itália , na Estação Termini às 10h50 , e chega-se à San Marino às 16h34 , com uma baldeação para Trem Regional em Pádua ( Padova). O bilhete custa 60.35 euros. Os bilhetes depois de comprados devem ser validados em máquinas espalhadas próximas às plataformas de embarque, chamadas de binários na Itália. Fiscais podem requisitar o bilhete durante a viagem, portanto não jogue fora após embarcar porque poderá ter problemas.

O aeroporto mais próximo é o da cidade de Rimini, distante 27 Km de San Marino. Outras informações podem ser encontradas no site http://www.visitsanmarino.com.


Um comentário:

  1. Anônimo1/6/13

    interessante como a cultura pode ser vasta.

    ResponderExcluir