11/10/2009

BUENOS AIRES HISTÓRICO

Plaza de Mayo

Catedral
Tumba do General San Martin no interior da Catedral

Congresso

Homenagem à Tomas Edison no poste de iluminação da Praça do Congresso

A Política da Argentina é famosa pelas figuras de Evita e Peron , mas o cenário de toda a história está concentrada no Bairro de Montserrat com a Plaza De Mayo e a Casa Rosada, sede da Presidência da República Argentina e Museu da Casa do Governo. A sua cor é atribuída a junção de cal com sangue de vaca , e também a que o Presidente Sarmiento queria agradar os dois partidos políticos, os federais de brazão vermelho e os autonosmistas de brazão branco. A escultura na frente da Casa Rosada é de Manuel Belgrano, criador da Bandeira Nacional. Ao lado da Casa Rosada fica o Banco Nacional com cobertura de ferro fabricada em Dublin, na Irlanda.

A Plaza de Mayo foi o local da fundação da cidade e o projeto paisagista é do francês Carlos Thays, que utilizou palmeiras trazidas do Brasil. No Centro fica a Pirâmide de Mayo, o primeiro monumento patriota ,construído para comemorar o primeiro aniversário da Revolução ,que marcou a Independência de Buenos Aires da coroa Espanhola. Junto à pirâmide foi colocada um pouco de terra de cada província da Argentina.

Na Praça fica o Cabildo, local do Parlamento colonial e a Catedral Metropolitana com 12 colunas clássicas na fachada que representam os apóstolos de Jesus e e a escultura esculpida em 1863, pelo francês Jospeh Dubourdieu, que representa o encontro de Jacob com seu filho José, no Egito. No interior a homenagem ao General San Martin, herói da Independência e o altar maior em estilo rococó.

Atrás da Casa Rosada fica a escultura de Cristovão Colombo, um presente da Itália para a Argentina. No sentido oposto à Casa Rosada , seguindo a Av. de Mayo, fica o Congresso em arquitetura Renascentista . Na frente do Congresso tem um poste com uma homenagem à Tomas Edson, o inventor da lâmpada elétrica incandescente, em 21 de outubro de 1979, data que se comemora o Dia da Iluminação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário