08/03/2017

Il Mercato Centrale di Roma, um novo espaço da gastronomia italiana na Estação Termini




A gastronomia italiana dispensa apresentações e não é difícil encontrar um bom lugar para comprar produtos típicos e fazer uma refeição na cidade de Roma. No final do ano passado abriu na Estação Termini o Mercato Centrale, dedicado a gastronomia e produtos de qualidade, aberto todos os dias das sete à meia noite

O espaço fica dentro da estação no piso térreo e entrada pela Via Giovanni Giolitti 36, preservando a antiga arquitetura dos anos 30 do arquiteto Angiolo Mazzoni. Com espaços que eles chamam de "botteghe  del gusto" que oferecem produtos para comprar ou consumir na hora nas mesas tipo uma Praça de Alimentação. No mezanino fica o Restaurante "La Tavola, Il Vino e La Dispensa" do chef Oliver Glowing com duas estrelas Michelin. 




As placas visuais do mercado tem palavras e imagens bonitas rabiscadas porque a proposta é que a comida fale por ela para ficar apenas o essencial. Em todas as "botegues" os produtos são manipulados na frente do cliente e incluem os pães, doces e pizzas de Michele Bonci, a Pasta de Egidio Michelis que eu provei e é divina, as trufas de Savini Tartufi, os doces sicilianos de Carmelo Pannocchetti com o melhor cannoli recheado na hora que já experimentei na vida. A qualidade de seus doces literalmente derreterem na boca e apaixonam pelo sabor porque os produtos são cultivados em sua fazenda biodinâmica  de forma orgânica. E também tem um espaço com produtos vegetarianos e veganos , além de outros.













E Para os amantes de vinho como eu, o espaço " Il vino al Bichieri". como o próprio nome diz "O vinho por copo" permite que você escolha em uma lista extensa os tipos de vinhos disponíveis para beber apena um copo ou mais. Isto resolve o problema para quem está sozinho em restaurante e não quer pedir uma garrafa inteira de vinho, recaindo ao vinho da casa e uma boa oportunidade para provar os vinhos de sua preferência.
   



Se  estiver de passagem por Roma não deixe de conhecer este espaço, e para quem chega de ônibus executivo do aeroporto fiumicino que comentei AQUI , o ponto final fica bem na entrada. Se chegar do aeroporto com trem, basta entrar na loja Coin que fica ao lado da plataforma onde param os trens na estação termini, e andar até o final saindo da loja e percorrendo o corredor onde ficam as locadoras de carros. 




Veja Também:


05/03/2017

Gianicolo - Uma das melhores vistas de Roma - Itália





O Gianicolo no Rione Trastevere oferece uma das mais melhores vistas de Roma porque fica em uma colina bem alta com a Avenida Garibaldi ladeada de plátanos, e tendo como ponto central a Praça Garibaldi, um terraço a céu aberto para você admirar a cidade a seus pés.  Um grande monumento de Giuseppe Garibaldi em homenagem a República Italiana e Unificação da Itália foi projetado por Emilio Gallori, e um pouco mais abaixo na mesma via o monumento de sua esposa brasileira Anita Garibaldi. Eles se conheceram no Brasil quando Giuseppe lutava na Revolução Farroupilha no sul do país.  No ataque à cidade de Laguna conheceu Ana Maria de Jesus Ribeiro, a Anita Garibaldi como ficou conhecida e sua companheira nas lutas da América do Sul e Itália. Mas este é um dos monumentos dedicados a Giuseppe Garibaldi e muitos outros estão espalhados pela Itália pelo mundo em reconhecimento pela sua bravura e importante participação na luta pela Unificação Italiana, incluindo nome de ruas, praças, pontes, navios italianos, etc.




Monumento Garibaldi
  
Monumento Anita Garibaldi



O Museu da República Romana e Memoria Garibaldina no Largo di Porta San Pancrazio fica um pouco antes de chegar na Praça Garibaldi para quem chega da direção do bairro de Trastevere  ou depois da Piazza Garibaldi com entrada gratuita e aberto de terça a sexta das 10h00 às 14h00 e final de semana das 10h00 às 18h00. 
http://www.museodellarepubblicaromana.it/


Museu da Republica Romana
http://www.museodellarepubblicaromana.it/




A bela Fonte de Paola, construída pelo Papa Paolo V  fica a poucos metros do museu e também com uma bela vista da cidade. 








E mais abaixo quase chegando em Trastevere a Igreja San Pietro in Montorio, dedicada a São Pedro e, segundo a tradição, no local onde ele foi crucificado. No interior obras importantes de Volterra, Pinturicchio, Vassari e a Capela Raimondi de Bernini, entre outras. A minha visita foi ainda melhor porque na mesma semana tive aula na Universidade com o Arquiteto que fez o projeto de iluminação desta Igreja e consegui observar cada detalhe de maneira muito especial. A Igreja fica aberta todos os dias das 8h30 ao meio dia e à tarde apenas de segunda a sexta das 15h00 às 16h00.Confira no site:
http://www.sanpietroinmontorio.it/
   
Mausoleo Ossario Garibaldino ao lado da Igreja S.Pietro in Montorio do arquiteto Giovanni Jacobucci.
  Homenagem aos mortos na última batalha guiada por Giuseppe Garibaldi
pela defesa da Republica Italiana, em 1849 - Roma .
Igreja S. Pietro in Montorio







Capela de Bernini

No pátio da Igreja com entrada gratuita pela Real Academia de Espanha fica uma obra prima da Arquitetura Renascentista, chamado de Tempietto ou Templo de Bramante. É um pequeno túmulo em forma circular construído por Donato Bramante e encomendado pelos reis católicos Isabela de Castela e Fernando II de Aragão, da Espanha. 
O projeto foi inspirado nos antigos templos redondos de Roma como o das Vestes no Fórum Romano e Tivoli, Hércules ao lado da Boca della Veritá e Santa Constanza próxima do Coliseu.






   
Outra curiosidade é que se programar a visita ao meio dia ouvirá o disparo do canhão do Gianicolo que acontece todos os dias. No Parque do Gianicolo  também ficam os bustos de guerrilheiros famosos que lutaram para defender a cidade de Roma em 1849, na conhecida Segunda República italiana. Os italianos que emigraram para a Argentina construíram um farol no Gianicolo em comemoração ao cinquentenário da Unificação da Itália, em 1911.




Farol Argentino

Farol Argentino

   
Como chegar no Gianicolo: 
Primeiro programe esta visita pela manhã para aproveitar melhor e com dia bom porque é um passeio ao ar livre e com uma vista linda da cidade que não combina com dia chuvoso e nublado. Visitei no inverno, mas estava um dia de sol com céu azul que tornou tudo mais especial.
Na Piazza Cinquecento da Estação Termini pegue o ônibus  Linha 40 Termini-Vaticano e desça no ponto Paola do Corso Vitorio Emanuele, um antes de chegar na Ponte Príncipe Amadeo Savoia Aosta que atravessa o rio Tibre em direção ao Vaticano e com uma das melhores vistas do Castel Sant Angelo. Se estiver na área do vaticano basta atravessar a ponte. Nesta mesma Piazza fica a Igreja San Giovanni dei Fiorentini onde está enterrado Francesco Borromini, arquiteto do período Barroco. 
Na Piazza Paola pegue o ônibus 115- Paola e desça na Piazza Garibaldi ou  recomendo ir um pouco mais adiante e descer na  Igreja S. Pietro in Montorio porque a Igreja fica aberta todos os dias até 12h30 e abre à tarde apenas das 15h00 às 16h00, de segunda a sexta. Depois caminhe até a Piazza Garibaldi passando pela Fonte Paola e  o Museu da Republica.
Para voltar você pode pegar os mesmos ônibus  115 até a Piazza Paola ou até Trastevere. Se iniciar o percurso na Piazza Garibaldi até a Igreja S, Pietro in Montorio pode descer a pé até Trastevere.
Piazza Paola com Igreja S. Giovanni dei Fiorentini
Igreja S. Giovanni dei Fiorentini

Igreja S. Giovanni dei Fiorentini

Igreja S. Giovanni dei Fiorentini


Ponte Príncipe Amadeo Savoia Aosta

Vista do Castel Sant Angelo da Ponte Príncipe Amadeo Savoia Aosta