19/02/2018

Queijo Parmigiano e Grana Padano - Itália



O queijo mais famoso da Itália Parmigiano Reggiano, ou Parmesão no Brasil é o sonho de consumo de muitas pessoas. É um queijo DOP, denominação de Origem Protegida atribuída pela União Europeia a alimentos cujas características de qualidade dependem exclusivamente do território em que são produzidas. A região de Reggio Emilia é o centro de produção do Parmigiano com origem nos mosteiros medievais do século 12.

No curso de Gastronomia Italiana com Italiano que fiz na Scuola Dante Alighieri (AQUI), uma das aulas foi sobre os queijos italianos e a diferenciar o Parmigiano de um Grana Padano, uma outra qualidade muito parecida. 







A primeira diferença visível entre os dois queijos é a Marcação na casca com as letras perfuradas e o carimbo Parmigiano ou Grana Padano. Sem esta marcação na casca é possível comprar um Grana Padano e achar que é um Parmigiano porque são muito parecidos em sua estrutura, porém com algumas diferenças na fabricação. Ambos são controlados rigorosamente por um Consórcio de produtores e regras de produção. Algumas características técnicas na fabricação diferenciam a qualidade dos dois queijos como o uso de leite integral no Grana Padano e parcialmente desnatado no Parmigiano; a proibição de conservantes no Parmigiano, alimentação das vacas, tempo de maturação, etc.




Como gosto é uma coisa que não se discute é preciso você experimentar os dois para avaliar. O Parmigiano tem um valor maior no mercado e ambos podem ser vendidos em pedaços ou ralados. Se na embalagem estiver escrito "Tipo Parmesão" pode apostar que é um Grana Padano. O gosto do Parmigiano é mais acentuado e melhor para comer acompanhado de um vinho. Já o Grana Padano por ter um preço mais em conta é utilizado geralmente ralado ou em receitas de forno.

No post que escrevi sobre a visita a Bellagio no Lago de Como comentei sobre a pasta feita no queijo. Veja neste link AQUI.






Para os apaixonados pela gastronomia italiana, no site do Consórcio Parmigiano você conhece mais sobre o queijo e pode agendar uma visita em um laticínio escolhendo entre as províncias de Bologna, Mantova, Parma, Modena e Reggio Emilia.





Veja Também:

Gruyère - Suíça

Receitas e Sabores da Itália

O Trem do Chocolate - Suíça

15/02/2018

A Estação Mediopadana de Calatrava - Itália





Como arquiteta eu amo as obras de Santiago Calatrava e já tive oportunidade de ver várias em diversos países como Argentina, Irlanda, Brasil, etc. A Estação de trem Mediopadana em Reggio Emilia, na Itália foi a mais recente que visitei. O movimento da forma e transparência da obra são impressionantes em qualquer ponto de vista.







A Estação serve aos trens de Alta Velocidade e não fica no centro da cidade como a maioria das estações na Europa gerando muita crítica e pouco uso dos moradores. A linha principal conecta Milão-Bolonha e outras cidades da Itália. Foi inaugurada em 2014, e um conjunto de obras de Calatrava como pontes e pedágios completaram o projeto urbanístico da área.









A estação permite viagens rápidas de trem com duração de 45 minutos até Milão, 50 minutos até Firenze, 20 minutos de bBolonha, 2 horas e meia até Roma e 3 horas e meia até Nápoles com a Trenitalia e alguns destinos com a mais recente Italo. 





Veja Também:






14/02/2018

Benevento - Terra do Strega italiano





Benevento é pouco conhecida do turismo, mas rica de arquitetura e história, além da fábrica do famoso licor Strega italiano, conhecido como o Licor mágico do amor.  Alguns monumentos são listados como Patrimônios da Humanidade pela Unesco e a arqueologia romana é muito presente porque no século II era uma das mais importantes colônias. O Imperador Adriano construiu o Teatro Romano com capacidade para 20.000 espectadores, e ainda é usado para eventos de teatro, dança e ópera. O Arco do Triunfo é um dos mais antigos da Europa, construído no ano 114 em homenagem ao Imperador Traiano.




A Rocca dei Rettori faz parte do antigo Castelo de Benevento e lugar onde se reuniam os reitores que governavam a cidade em nome do Papa. Abriga a sede da Província e o Museu Sannio com documentação e arte de toda a história da cidade. É o local mais alto do centro histórico com uma vista das montanhas e um parque público ao lado muito usado pelos moradores.




O licor Strega é um dos mais famosos na Itália e produzido em Benevento com uma grande loja ao lado da Estação ferroviária, portanto para quem chega de trem é bem fácil de encontrar. Em italiano, a palavra "stregue" significa bruxa e Benevento é conhecida como a "Cidade das Bruxas", local onde todas as bruxas do mundo se encontravam e apenas uma lenda que vem desde as invasões dos lombardos.

Giusepe ALberti criou o licor Strega ou Licor da Bruxa em 1860, conhecido como Licor mágico do Amor fazendo uma alusão às bruxas de Benevento. Outra lenda diz que quando duas pessoas apaixonadas bebem Strega juntas, elas permanecem juntas para sempre. A marca além do licor fabrica outros produtos como os chocolates, torrones, doces com base no sabor do licor.









Benevento fica a uma hora e quarenta de trem saindo de Nápoles  no sul da Itália com a https://www.lefrecce.it, e custo em 2017 de 5,60 euros por trecho na opção direto sem conexão. Uma dica para um bate volta de um dia saindo de Nápoles.


Veja Também:

12/02/2018

Lucca nunca é demais - Itália




Já comentei em vários post AQUI sobre Lucca quando visitei com minha sobrinha alguns anos atrás, mas desta vez o motivo foi encontrar minha irmã que fez base na cidade para conhecer algumas cidades próximas. Esta é uma cidade especial porque é a região dos nossos avós, além de família e amigos que ainda moram por aqui.

Desta vez visitamos juntas a cidade de Capannori da nossa cidadania italiana e foi muita emoção, além de ser um sonho para minha irmã que estava viajando pela primeira vez na Itália. Não precisa comentar que ela amou Lucca e Capannori que trazem muitas recordações para nós.




Impossível não recordar da polenta da nonna
almoçando na Piazza Anfiteatro de Lucca

Piazza Anfiteatro Lucca






Capannori


Veja Também:










09/02/2018

Murano e Burano em Veneza - Itália







Veneza é um daqueles lugares que não cansamos de retornar e eu já perdi as contas de quantas vezes visitei. Desta vez incluímos a visita nas Ilhas de Murano e Burano famosas pela produção dos vidros e das rendas. As fachadas de Burano são pintadas com cores coloridas, e foi uma iniciativa dos pescadores para localizarem suas casas em dias de névoa quando retornavam para casa. Na Ilha de Murano é possível visitar uma fábrica para ver a fabricação dos famosos vidros.


Burano

Burano




Para chegar nas ilhas você pega o vaporetto no Pier S. Zaccaria próximo da Ponte dos Suspiros na Piazza S. Marco e o trajeto dura aproximadamente 40 minutos. Recomendo fazer este passeio assim que chegar em Veneza e retornar na hora do almoço se tiver apenas um dia para desfrutar do lugar porque assim não corre o risco de pegar tudo fechado no final da tarde. 

Murano



Veja Também: