25/10/14

Hotel Berna em Milão - Itália




A decisão para escolher um hotel em Milão era ser próximo da Estação Central porque teríamos pouco tempo na cidade e nossa saída no outro dia seria muito cedo com trem, portanto a proximidade com a estação facilitaria o roteiro. Normalmente em hotéis próximos de estações é preciso tomar um pouco mais de cuidado com a segurança devido o movimento maior de pessoas circulando, mas esta área de Milão você encontra boas opções de hotéis e de todas as categorias.

Escolhemos o Hotel Berna e a reserva foi feita no site da booking e em seguida recebemos um e-mail muito simpático do próprio hotel para personalizar a nossa estadia com algumas comodidades gratuitas e outras pagas. Entre elas por exemplo a temperatura do ar condicionado do nosso quarto, o tipo de travesseiro e cobertas e até o tipo de papel higiênico.



E assim que entramos no quarto havia um bombom sobre o travesseiro e um presente na pia do banheiro: um patinho de borracha amarelo, sem falar que na recepção uma mesa com água, café e chá fica à disposição dos hóspedes o dia inteiro.





A diária em apartamento para duas pessoas sem café da manhã custou 129 euros em junho de 2014 com reserva feita no site da www.booking.com e pagamento no check-out. 

22/10/14

San Gimignano - Itália





San Gimignano é uma cidade que pode ser visitada partindo de Firenze  e com ônibus saindo da Estação Rodoviária ao lado da  Stazione Santa Maria Novella. Os tickets podem ser comprados antecipadamente ou na hora do embarque. Algumas pessoas combinam o passeio a Siena com San Gimignano, mas se tiver tempo faça em dias diferentes para aproveitar melhor o que cada uma tem a oferecer. O melhor quando se viaja para a Itália é aproveitar o "dolce fa niente", sentar em uma praça para admirar a paisagem e as pessoas que circulam, beber uma boa taça de vinho com uma brusqueta, queijo ou qualquer outro produto típico.Se fizer as duas cidades em um dia como eu fiz da primeira vez, chegará em San Gimignano no final da tarde perdendo a visita de alguns lugares que estarão fechados, principalmente no inverno onde anoitece por volta das quatro da tarde e perderá a incrível vista do alto da cidade para o entorno. Mas se não tiver tempo pode combinar Siena com San Giminiano no mesmo dia, com distância média entre elas de 40 Km e cerca de 50 minutos. Prepare as pernas porque Siena é cheia de altos e baixos e San Gimignano fica no alto de uma colina com uma arquitetura e muros medievais preservados, o que significa algumas ladeiras acima.



Também conhecida como " Cidades das Torres " preserva atualmente 14 Casas Torres, edificações típicas da Idade Média que eram usadas como moradia. As Vias San Matteo e Via San Giovanni atravessam a cidade, e no centro ficam as Praças do Duomo, Piazza Pecori , Piazza delle Erbe e a minha preferida Piazza della Cisterna com um poço de água bem no centro que parece ter saído de um livro de fábulas infantil.

Duomo

Afrescos do Duomo


Piazza della Cisterna


Não consigo falar de San Giminiano sem lembrar do filme filmado nesta cidade : " Chá com Mussolini ", de 1999 que conta o drama de senhoras inglesas e americanas expatriadas na Itália durante a Segunda Guerra Mundial. Os afrescos que as mulheres salvam de serem destruídos estão dentro do Duomo da cidade. Minha irmã me deu o DVD assim que comentei sobre a minha visita nesta cidade e meu encantamento pelo lugar.Ela já morou na Itália....quase casou com um italiano e sabe muito mais do que eu.



E para completar ainda mais a beleza do lugar e do passeio pela cidade é preciso provar o VInho Vernaccia de San Gimignano, feito com a uva vernaccia produzida na região e considerado um dos melhores vinhos brancos da Itália. Foi o primeiro a receber a Denominação de Origem Controlada DOC e hoje é um DOCG, que significa Denominação de Origem Controlada e Garantida.










19/10/14

Jantar Internacional e karaokê em Camerino - Itália

Durante o curso na Escola Dante Alighieri em Camerino na Itália, vários passeios e atividades inclusos e outros opcionais estão programados, além de outros que você acaba fazendo com amigos novos que faz por lá, como os encontros no Bar Centrale da Piazza Cavour, jantares nos restaurantes espalhados pela cidade ou nos apartamentos , etc. E não podemos esquecer o horário das aulas e o tempo para fazer as lições, entrar em contato com a família no Brasil com diferença de fuso horário e cuidar da sua roupa e a casa que está usando neste período que fazem os trinta dias do curso ser bastante movimentado. Mas duas atividades entre tantas são muito divertidas porque envolve todos os alunos : O Karaokê e o Jantar Internacional organizado pela Escola com a participação dos professores.



O Karaokê começa com uma música escolhida em classe com seu professor e ensaiada algumas vezes. A noite de apresentação de todas as classes é um evento animado de muitas risadas que começa com os professores cantando juntos, depois cada classe apresenta sua música, terminando com uma canção típica por país. Não precisa comentar que a noitada só começa com o Karaokê e termina na casa de alguém ou no Bar Centrale.


 









O Jantar Internacional  agrupa os alunos por países que precisam preparar um prato típico e apresentar para um Juri explicando sobre a receita e os ingredientes. Tudo começa na preparação do prato e na elaboração do cartaz. Cada grupo escolhe um aluno que fará a apresentação em italiano, depois a degustação para todos e pizza fornecida pela escola, terminando com a premiação dos pratos e cartazes. Os prêmios são simbólicos com vinhos, pacotes de massas , etc. E preciso comentar que nosso grupo venceu o primeiro lugar com uma Torta de Banana deliciosa preparada pela nossa amiga virtual aqui do Blog Teresa que virou Real quando nos encontramos em Camerino. Ela sabe tanto do assunto e de como comer bem que já escreveu um post a meu convite que está neste link AQUI.



15/10/14

Camerino Medieval - Itália




Última semana do curso em Camerino na Itália que comentei AQUI e deveríamos estar contentes porque uma viagem de mais dez dias à Suiça e Sul da França nos aguardava, mas uma tristeza grande no coração de deixar esta cidade mágica, os momentos juntos com os amigos e nossa vida deliciosa que tivemos durante os  trinta dias do mês de maio. Escolhemos este mês para participar da Festa Medieval e foi incrível mais uma vez. Vários eventos acontecem durante todo o mês e você volta no tempo revivendo o passado. Já comentei da festa nos posts anteriores  AQUIAQUIAQUI,AQUI e vídeo AQUI.








As roupas são emprestadas pela Escola e todos os eventos são muito bem organizados com apresentações musicais , teatro e jantar medieval, cortejos, tavernas, feiras, etc. A cidade fica alegre e colorida com a decoração. Recomendo muito se tiver oportunidade porque é uma experiência única, inesquecível e todas as pessoas que conheço e participaram querem retornar. 






12/10/14

Veneza nunca é demais - Itália



Veneza nunca é demais para visitar e desta vez não fizemos nenhum roteiro e preferimos andar sem rumo pelas ruas em labirinto porque já conhecíamos a cidade. Nosso único erro foi exatamente por conhecer tudo, começar a andar pela borda dos canais e não pela Praça San Marco. Era domingo e não sabíamos que a Basílica fecha uma hora mais cedo do que nos outros dias, e apesar de chegarmos às quatro pensando que ainda teríamos uma hora lá dentro, pegamos os portões fechando naquele exato momento. Ficamos muito tristes porque é a Igreja mais bonita que já conheci e um deleite aos olhos poder ver mais uma vez.







O dia estava lindo demais e como sempre a cidade lotada de pessoas. Nossa primeira parada foi na foto mais clichê da Ponte dos Suspiros e no Bar do Harry´s que já comentei AQUI. E com aquele calor nada melhor do que o coquetel Bellini, um prosseco com  pêssego delicioso e refrescante para começar o dia em Veneza.






E depois de perambular pelas ruas de Veneza escolhemos o Restaurante Cherubino Trattoria que não foi nada extraordinário, mas com comida boa e preços justos para uma cidade que respira turismo. O prato típico é a Lula ao molho de sépia com polenta e o doce Tiramisù de sobremesa. E nada melhor do que caminhar e atravessar as inúmeras pontes sobre os canais de Veneza com imagens deslumbrantes por onde olhar. 







O Grande Canal e a Ponte Rialto é a parte mais agitada de Veneza depois da Piazza San Marco e que caracterizam a cidade com seus barcos, gondoleiros e pessoas circulando. Várias lojas, restaurantes e hotéis estão espalhados pelo entorno desta área.








O Murano veneziano é único no mundo, mas desta vez encontrei muitos objetos falsos feitos na China. É preciso tomar cuidados para não comprar gato por lebre e desconfie se o valor for muito mais barato que na maioria das outras lojas porque certamente não é original. Você reconhece o verdadeiro pela leveza do material, transparência e brilho que o falso não consegue ter, além dos atendentes orientais que logo denunciam o produto. Sempre que visito Veneza não resisto para comprar uma de minhas paixões: o relógio de Murano que já tenho em várias cores. 






Terminamos o dia na Piazza San Marco, e apesar de não conseguir entrar na Basilica tiramos várias fotos da entrada. Vejam o trabalho nas paredes e teto desta Igreja em mosaico de ouro e que fazem dela a Igreja mais bonita que visitei. 









Foi um dia inesquecível e a cada visita Veneza me surpreende pela beleza. Não foi a última porque espero retornar em breve para andar pelos mesmos lugares, atravessar as mesmas pontes dos canais, ouvir o som do canto dos gondoleiros e esbarrar nos milhares de turistas . Veneza é especial sempre.





VEJAM OUTROS POST DE VENEZA NO MARCADOR AO LADO